NOTÍCIAS     AO VIVO     KIKO LOUREIRO     FOTOS     VÍDEOS     AULAS     LOJA     EQUIPAMENTO     EXTRAS     CONTATO





AGOSTO 25 2014

RRR no Brasil

Chega ao Brasil em Outubro o “Randy Rhoads Remembered” tributo ao guitarrista que influenciou os melhores guitarristas do mundo. Duas apresentações estão confirmadas para os dias 10 em São Paulo no Hsbc Brasil e 12 no Rio de Janeiro - Vivo Rio

O guitarrista participou dos dois primeiros álbuns da banda: Quiet Riot I e Quiet Riot II e os dois primeiros discos de Ozzy, Blizzard of Ozz de 1980 e Diary of a Madman de 1981 e grande parte de sua contribuição musical estará no setlist desta homenagem.

Rhoads esteve em muitas capas de revistas e influenciou muitos guitarristas ao redor do planeta, incluindo Yngwie Malmsteen, Dimebag Darrell, Frank Hannon, Doug Aldrich, John 5, Steve Vai, Jake E. Lee, Zakk Wylde, Kirk Hammett, Michael Romeo, John Petrucci, John Frusciante, Tom Morello, Joe Holmes, Neal Grusky (Takara), Michael Angelo Batio, Brad Gillis, George Lynch, Synyster Gates, Alexi Laiho, Mick Thomson, Paul Gilbert e Buckethead.

O ex-baixista das bandas Quiet Riot e Ozzy, Rudy Sarzo, amigo pessoal e fã escreveu um livro sobre Randy Rhoads que se chama "Off The Rails" e conta entre outras coisas a relação entre os dois e a vida pessoal de Rhoads.

Confira abaixo a lista de celebridades do rock mundial que farão parte do line up desta grande homenagem.

Informações detalhadas sobre cada apresentação serão divulgadas nesta terça feira 26 de agosto nas páginas oficiais da Top Link Music.

www.toplinkmusic.com 


JULHO 26 2014

angra volta ao brasil em setembro

Em setembro o Angra estará de volta ao Brasil para uma série de shows antes do lançamento de seu novo álbum. No momento, a banda encontra-se na Suécia em processo de gravação com o vocalista Fabio Lione, supervisionados pelo produtor Jens Bogren que já trabalhou com Dark Tranquillity, Kreator, Symphony X, entre muitos outros.

Além das apresentações no Brasil, o grupo também irá participar do festival Metal Millenium em Bogotá, na Colombia.

Confira a agenda completa -
 http://kikoloureiro.com.br/pt/aovivo/ 

MAIO 27 2014

kiko loureiro ministra curso sobre marketing e music business

Aos amantes da arte,

É com muita satisfação que eu venho comunicar a vocês que, nos dias 30 e 31 de agosto, realizarei em São Paulo pela primeira vez um curso sobre o mercado da música, carreira e marketing.
Muitas vezes nos perguntamos se
 estamos guiando nossas carreiras pelo caminho certo. Se é possível concretizar o sonho de viver de arte. Passamos horas e horas nos dedicando à música e desejando ingressar no chamado "music business", mas acabamos por deixar a parte do business de lado.
Pensando nisso, desenvolvi este curso no qual falarei sobre como lidar com a parte que ninguém gosta de falar mas é fundamental. O lado burocrático, os contratos, patrocínios, direitos autorais, licenciamentos, empresariamento, merchandising, estratégias, posicionamento, trabalho em equipe, marketing, e muitos outros assuntos fundamentais para quem deseja seguir carreira como músico, produtor, empresário ou qualquer outra profissão envolvida com a área artística musical.
Serão 16h de muita informação e toda a minha experiência de mais de 20 anos de carreira, para que os participantes possam aprender sobre tudo aquilo que gostariam de saber, mas não tinham a quem perguntar.
Contaremos também com outros profissionais da área como convidados para oferecer uma visão ainda mais abrangente sobre o assunto.

As vagas serão limitadas a um número exclusivo de pessoas, para que cada participante possa extrair ao máximo tudo o que o curso tem a oferecer. Para mais informações sobre local, preço e programação entre em contato pelo e-mail cursos@kikoloureiro.net

 
MAIO 11 2014

"agua de beber" - blog gp

Água de Beber , Água de Beber, camará... Tom Jobim compôs a obra-prima Brasília, Sinfonia da Alvorada na época da construção do nosso Distrito Federal. Conta a lenda que o vigia da construção virou para Jobim e Vinicius de Moraes e comentou que a bica d’água da obra era “água de beber, camará”. O termo ecoou na cabeça de Vinicius, que criou a letra de uma das mais belas e famosas composições do nosso mestre Antônio Brasileiro.
Outro dia, em pleno aeroporto do Tennessee, ao final de uma turnê nos Estados Unidos, notei que a garrafa d’água custava gritantes 9 reais na lojinha do aeroporto, apesar de a cada 20 metros haver um bebedouro bonito e limpo à disposição, com água natural e gelada. No Brasil não é diferente – entramos na fila, pagamos 6 reais ( ( não estou falando daquela ungida de R$1000, pois daí já é caso de polícia), pegamos o ticket e esperamos o atendimento para, então, recebermos a tal garrafinha d’água, sendo que nossos aeroportos também possuem bebedouros gratuitos. Na Finlândia, as pessoas podem confiar em qualquer torneira, debruçar-se e colocar a boca direto nela, mas lá também compram-se garrafas plastificadas. No Canadá, um grupo de ativistas saiu em restaurantes para desincentivar a aquisição de água em garrafas plásticas e conscientizar a população de que é desnecessário alimentar grandes corporações de bebidas, enquanto em São Francisco, Estados Unidos, está proibida a venda de garrafas plásticas em lugares públicos. Bebedouros de design arrojados foram espalhados pela cidade. Água é direito da sociedade.
Na última década, assistimos à música virar uma commodity. Com a velocidade da internet, o MP3 e o peer-to-peer, o valor monetário da música foi aos poucos diminuindo e, principalmente, as pessoas perderam a percepção de que existe um valor para o trabalho artístico musical – do instrumentista, compositor, produtor, letrista, engenheiro de som, designer e toda a cadeia produtiva entre uma ideia musical na cabeça até a faixa pronta e gravada. Napster e outros sites que achavam que compartilhar, em vez de vender, era o futuro transformaram a música em água de bica, “torneiral”. Só chegar e beber. Ninguém mais queria pagar por um álbum completo, porque era só baixar de graça o que interessava e pronto. Se as gravadoras tivessem olhado para as empresas do setor de bebidas, poderiam ter tido alguma ideia, mas a indústria fonográfica ficou perdida, com medo e assustada, vendo o castelo de areia desmoronar na frente dos seus olhos, e não pensou em uma solução. Era só engarrafar e cobrar. Sair do bebedouro para a garrafinha d’água.
As pessoas gostam de algo engarrafado, produzido, com rótulo, procedência e nota fiscal, vendido em um ambiente bonito. Sentem-se mais importantes e elegantes, acreditam que estão fazendo o certo, limpas, sem micróbios, diferenciando-se da massa e tantas outras mensagens que a percepção de comprar água engarrafada nos dá. Veio alguém de visão de outro ramo e achou a solução: iTunes. Musica engarrafada, na medida certa e a 0,99 dólar. Você compra legalmente – com procedência e rótulo – o que precisa para se saciar. Genial.
Agora, vivemos o que já se previa. A velocidade da internet é tal que pode-se ouvir qualquer música sem baixar, na nuvem, sem ter de comprar uma a uma. O streaming é a correnteza, o rio passando. Você se abaixa e bebe um pouco, quando quer ou precisa. Precisa apenas pagar a licença para chegar à margem do rio. Simples assim. É o Spotify por exemplo. Seu criador, em somente oito anos, já conseguiu a mesma fortuna de décadas e rugas de labuta criativa de Sir Mick Jagger. Justo?
Somos músicos e compositores e não treinamos para engarrafar ou grilar margens de rio. Difícil posição a nossa.
Como transformar a commodity que você produz em algo de valor? Como embalar sua arte? Como diferenciar sua arte da obra dos outros? A sociedade hoje é a sociedade do conceito e nela temos de aprender a engarrafar certo, criar valor e se diferenciar, caso contrário, podemos ficar como um bebedouro abandonado e enferrujado por aí. E como Tom Jobim também disse: “A correnteza do rio vai levando aquela flor...”

ABRIL 29 2014

Kiko Loureiro encerra a turnê pela Asia

Kiko Loureiro está encerrando a turnê de workshops na Asia promovida pela Ibanez Guitars. O músico visitou vários países divulgando seus dois modelos signature – KIKO100 e KIKO10P – e interagiu com os fãs em diversos workshops, compartilhando informações sobre a carreira solo, a nova fase do Angra, técnicas de guitarra, além de dar dicas sobre o mercado da música no Brasil e no mundo.

No decorrer da turnê, Kiko Loureiro gravou quatro vídeos para os fãs brasileiros falando sobre os acontecimentos durante a viagem.

Na próxima semana, o músico estará no Brasil para a continuação da turnê com o Angra em celebração aos 20 anos de lançamento do álbum “Angels Cry”.
Confira a agenda completa - http://kikoloureiro.com.br/pt/aovivo/

">

">

&list=UUWu3gUxjwRVJCvSkSNBJGbw" target="_blank">

">